top of page

Farmacêuticos assumem papel crucial na era da Saúde Digital e Inteligência Artificial: Nova resolução define atribuições e responsabilidades.

 

Em um marco significativo para a área da saúde, o Conselho Federal de Farmácia (CFF) aprovou na sexta-feira (28/06) a resolução que regulamenta as atribuições do farmacêutico na Saúde Digital e na Inteligência Artificial. A medida abre um leque de oportunidades para esses profissionais, que assumem um papel central na vanguarda das inovações tecnológicas que transformam o setor.


Ampliando horizontes: A resolução oficializa e impulsiona a integração dos farmacêuticos em áreas como prevenção de doenças, promoção da saúde, pesquisa e desenvolvimento, educação e formação, gestão e empreendedorismo, análises clínicas, assistência farmacêutica, telefarmácia, saúde coletiva, saúde única, farmacovigilância, indústria farmacêutica, farmácia magistral e outras áreas regulamentadas pelo CFF.


Papel fundamental: O farmacêutico se torna peça fundamental no desenvolvimento de produtos e serviços inovadores em Saúde Digital e Inteligência Artificial, desde a pesquisa e concepção até a implementação, monitoramento e descontinuação. A expertise desses profissionais garante a segurança, a eficácia e a qualidade das soluções tecnológicas, sempre com foco no bem-estar do paciente.

Inteligência Artificial a serviço da saúde: A resolução autoriza o uso da inteligência artificial como ferramenta de suporte para o farmacêutico, desde que em conformidade com os princípios éticos, a segurança clínica e a proteção de dados do paciente. Cabe destacar que os softwares utilizados como Dispositivos Médicos (SaMD) com finalidades de medicamento digital, digicêutico ou terapêutico digital devem estar registrados no CRF, ter farmacêutico responsável técnico e representação no país.


Responsabilidade técnica: O farmacêutico assume a responsabilidade técnica por produtos e serviços da Saúde Digital, mas a resolução proíbe a atuação não presencial na responsabilidade técnica de farmácias, laboratórios, indústrias ou outros estabelecimentos.


Um marco para o futuro: A aprovação da resolução é um marco histórico para a profissão farmacêutica e para o futuro da saúde no Brasil. A expertise e o compromisso dos farmacêuticos com a qualidade e a segurança dos pacientes serão cruciais para impulsionar o desenvolvimento e a utilização responsável das inovações tecnológicas na área da saúde, beneficiando toda a sociedade.


 


Comentarios


BACKGROUND.png
bottom of page