top of page

Concurso AL RN: técnicos do TCE sugerem suspensão do edital


No Rio Grande do Norte, o Corpo Técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu um parecer sugerindo que a corte determine a suspensão do concurso AL RN. As inscrições para a seleção terminam nesta segunda-feira, 25 .


Segundo o documento, a sugestão dos técnicos do TCE é para que o concurso seja suspenso devido à suposta falta de informações por parte do Legislativo. Além disso, a equipe aponta que o limite de gastos da Assembleia Legislativa com pessoal está acima do estabelecido em lei.


No relatório produzido pela Diretoria de Atos de Pessoal (DAP) do TCE, os técnicos questionam a ausência de 12 informações necessárias para a fiscalização.


Os técnicos apontam ainda que não foi encaminhada ao Tribunal a lei que autoriza a criação dos cargos vagos para o concurso, assim como a cópia da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que dá o aval específico para as admissões dos aprovados, assim como outras informações.


As oportunidades para o cargo de técnico legislativo, de nível médio ou técnico e com ganhos de R$4.468,16, estão divididas pelas seguintes especialidades:


Apoio Administrativo (nível médio) - 13 vagas;

Contabilidade (nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato) - três vagas;

Edificações (nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato) - uma vaga;

Tecnologia da Informação (nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato) - cinco vagas;

Tecnologia de Sistema (nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato) - uma vaga.

O cargo de analista, por sua vez, exige o nível superior e tem ganhos iniciais de R$8.338,64. As vagas estão distribuídas da seguinte forma:


Processo Legislativo (nível superior em qualquer área) - dez vagas;

Arquitetura (graduação em Arquitetura) - uma vaga;

Contabilidade (graduação em Contabilidade) - três vagas;

Engenharia Civil (graduação na área) - uma vaga;

Engenharia Elétrica (graduação na área) - uma vaga;

Medicina (graduação em Medicina e especialização em Cardiologia) - uma vaga;

Administração (graduação na área) - três vagas;

Tecnologia da Informação (graduação na área ou qualquer curso superior com pós-graduação em TI) - quatro vagas.

Além dos ganhos iniciais, ambos receberão o auxílio-alimentação de R$1.400 mais o auxílio de assistência à saúde, de acordo com a faixa etária do servidor público.

Comments


BACKGROUND.png
bottom of page